A compra de provedores entra no radar das teles, diz consultor

Updated: Aug 8, 2019


Retiramos esta notícia do site Tele Sintese, publicada no dia 17 de abril de 2019.


Os próximos anos reservam mudanças no mercado de telecomunicações. Segundo Rodrigo Leite, sócio da Advisia, as teles estão começando a tomar conhecimento do mercado de provedores emergentes, e devem ir às compras no futuro. Essas aquisições ainda não vão ocorrer porque as empresas não estão preparadas neste momento. Mas essa movimentação vai acontecer em breve, já que provedores regionais estão crescendo e aumentando seus valores. Essas transações se justificam, pois para manter a liderança, as grandes empresas tendem a comprar as contas menores para aumentar a estrutura, alcance e quantidade de assinaturas de seus serviços, superando a concorrência das empresas menores.


Se dois ou três anos atrás as grandes operadoras não se preocupavam nem um pouco com o mercado de provedores regionais, isso não é mais verdade nos dias de hoje. Depois que alguns fundos de investimentos começaram a apostar neste mercado, especialmente nos últimos três anos, o cenário começou a mudar. É certo, diz Rodrigo Leite, sócio da consultoria Advisia, que as teles ainda não estão preparadas para ir às compras de provedores, mas estão começando a tomar providências nesse sentido. Ao falar sobre consolidação no mercado de provedores regionais – o último movimento foi a compra de oito empresas mineiras pelo Fundo Vinci -, Leite, que participou ontem, 16, do Encontro Provedores Regionais Minas Gerais, em Contagem, MG, disse que a competição na banda larga entre as grandes empresas tende a se acirrar com a consolidação dos provedores regionais. E que a tendência entre as líderes de mercado é comprar outras menores para manter a liderança.

Para terem acesso ao conteúdo completo, acessem o link da matéria:

www.telesintese.com.br



#bloginfortel #rodrigoleite #advisia #fttx #provedores #telecomunicações #teles #transações #aquisições #provedoresregionais

Atendimento