Aneel e Anatel estudam tarifar o uso compartilhado de postes

Updated: Aug 8, 2019

Retiramos esta notícia do site Tele Síntese, publicada no dia 05 de junho de 2019.



Novamente o tema das tarifas de compartilhamento de postes vem à tona. Os debates são entorno da descaracterização da tarifa de referência, que é de R$ 4,50, pois ela não leva em questão pontos muito importantes que variam com cada região e situação.


As agências reguladoras dos setores de energia e de telecomunicações avaliam a adoção do preço máximo para uso de postes no Brasil. A intenção é deixar de usar o preço de referência de R$ 4,50, atualmente previsto na conhecida resolução conjunta 4, editada em 2014. “O preço de referência foi uma solução que considerava o que estava na mesa na época. Para a revisão da resolução conjunta atualmente, estabelecemos como premissa um debate de preço controlado”, afirmou Abraão Balbino, superintendente de competição da Anatel. Ele ressaltou, no entanto, que a solução de preço máximo deverá prever diferentes cenários de ocupação. “É preciso lembrar que há áreas com baixa ocupação e áreas com muita demanda. Então problemas diferentes requerem soluções diferentes”, frisou.

Para terem acesso ao conteúdo completo, acessem o link da matéria:

www.telesintese.com.br



#bloginfortel #fibraóptica #fttx #telecom #compartilhamento #postes



Atendimento