Solução em fibra óptica para prédios e condomínios - FTTA

Updated: Jul 14

Geralmente a construção de redes de fibra óptica são desenvolvidas através do FTTH, ou seja até a casa, porém quando a instalação é feitas em prédios, existe a necessidade de utilizar soluções verticais, ou seja, unidades de múltiplas habitações.


FTTA (Fiber-To-The-Apartment, no termo em inglês) possui uma estrutura semelhante a FTTH, porém há a diferenciação do tipo de infraestrutura utilizada para a conexão dos usuários finais.


A figura abaixo exemplifica uma estrutura de redes FTTA.

Fonte: Fiber Optics Communication (2009)



DISTRIBUIÇÃO DA FIBRA ÓPTICA EM REDES FTTA



DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO "DIO" DUAL ACESS 8FO


A caixa DIO DualAcess 8FO comercializada pela Infortel Indústria descrita na imagem acima, realiza a transição entre o ambiente externo e o interno sendo necessária a troca de cabo para distribuir entre os andares do prédio, para isto deve ser utilizado um cabo de ambiente interno que tenha classe de flamabilidade apta a ser usada em instalações verticais.


As caixas internas não seguem nenhuma norma brasileira, o único pré-requisito é que seus componentes internos (como por exemplo o Splitter) sigam suas normas específicas e estejam homologados pela ANATEL.




PONTO DE TERMINAÇÃO ÓPTICA "PTO" 1 SAÍDA 3N01


Depois de alcançado a casa do cliente (rede FTTH) ou derivado em um cabo de fibra única (rede FTTA) chega-se ao último equipamento passivo da rede, o ponto de terminação óptico ou tomada óptica. Este funciona como mostrado na imagem acima, como uma tomada elétrica, armazenando o cabo que transmite o sinal do transmissor e disponibilizando uma entrada para que seja ligado o equipamento receptor.



Se interessou pela nossa linha de materiais para redes FTTA?

Clique aqui e converse com um de nossos consultores comerciais.